Notícias

TRIOPACITO É ATRAÇÃO DE SHOW DE TALENTOS NO CALDEIRÃO DO HUCK

Depois da participação de dois grupos ligado à Cia. Sorriso com Arte, em 2019, é a vez do Triopacito orgulhar Santa Maria em cadeia nacional. O trio, que mistura a chula com ritmos variados, participou do quadro Conga La Conga, do Caldeirão do Huck, da Globo. A apresentação, gravada em 2019, vai ao ar neste sábado.

 

E será que eles foram bem? Ainda não sabemos, mas Guilherme Taschetto, William Cantareli e Leonardo Brizola já têm essa história para contar.

- Em março do ano passado, o Leonardo sugeriu de a gente tentar participar. Enviamos o vídeo e levou seis meses para entrarem em contato. O grupo já havia quase perdido as esperanças, quando, em setembro, a produtora do Caldeirão nos mandou mensagem perguntando se haveria disponibilidade de agenda do nosso grupo para algumas datas - lembra Cantareli.

O artista conta que os três toparam na hora e tiveram que preparar um vídeo novo e inédito para confirmar a aprovação pela produção do programa:

- Assim, tínhamos 20 horas para gravar uma nova coreografia e enviar. Após a escolha da música, que ainda não podemos revelar, as pressas aderindo a sugestão da namorada do Leonardo, a Bibiana Amaral.

 

O QUADRO
Na atração, Luciano Huck chama ao palco participantes com habilidades inusitadas, que são responsáveis por envolver e entreter o júri em busca de um prêmio em dinheiro. Na hora da apresentação, a criatividade e a originalidade são elementos cruciais para garantir as maiores notas. A comissão é composta por três artistas famosos da televisão brasileira. No dia da gravação do grupo Triopacito, Marisa Orth, João Vicente e Preta Gil compuseram a mesa.

Por questões contratuais, o grupo não pode dar muitos detalhes da apresentação. Porém, William tentou dar uma prévia sem spoilers:

- Propusemos levar algo diferente e atrativo, uma arte que vai de encontro ao nosso talento, o sapateio gaúcho! A pilcha sempre irá nos acompanhar onde quer que o grupo vá, seja na Globo ou na Itália, em fevereiro deste ano. A música não pode ser divulgada agora, pois é uma surpresa. Mas já adianto que é um sucesso nacional e como de costume um arranjo estilo Triopacito!

 

NO PROJAC
Leonardo Brizolla conta que a passagem do Triopacito pelo Projac, complexo de estúdios da Globo no Rio de Janeiro, foi uma experiência inesquecível:

- Encontramos artistas, ficamos muito impressionados de como muda alguma fisionomia ou outra. Muitos deles nos receberam bem, outros estavam ocupados e não tinham tempo para tal contato. Tiramos fotos com o pessoal e com o Luciano Huck.

Guilherme, sem poder contar muita coisa, para não estragar as surpresas, coloca a participação no Conga La Conga como um marco na carreira.

- A participação no Caldeirão foi a realização do sonho de poder mostrar o meu trabalho, cantando e tocando gaita, para o Brasil inteiro. Foi uma experiência única e inigualável para o grupo, contatos, aventuras, brincadeiras, muito trabalho e conhecimento sobre o mundo da televisão brasileira - afirma.

 

O TRIO
O grupo é formado por três amigos. Guilherme é Natural de São Pedro do Sul, tem 20 anos e é graduando em Odontologia pela Universidade Franciscana (UFN). Também é cantor e multi-instrumentista. O jovem foi premiado em mais de 60 festivais do Rio Grande do Sul e finalista dos maiores festivais de gaita e canto do sul do país, como o Enart e o Rodeio Internacional de Vacaria.

William Cantareli é natural de Campinas (SP), tem 23 anos e é graduando em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Como artista já foi premiado em mais de 60 festivais de chula no Rio Grande do Sul, finalista do Enart e do Rodeio Internacional da Vacaria. Bailarino e sapateador nos palcos do mundo.
Leonardo Brizolla, natural de Ijuí, tem 23 anos, é Engenheiro Civil e mestrando em Geotecnia e Pavimentação pela UFSM. É ator e sapateador premiado em mais de 60 festivais Estaduais, Nacionais e Internacionais de chula, dentre eles: Bicampeão do Enart (2014 e 2017) e Fegart (2015), Campeão dos Campeões - Troféu Elvis Leite (2018) e três vezes finalista do Rodeio Internacional da Vacaria.

 

Fonte: Diário de Santa Maria


  23/01/2020   Leia mais

TRIOPACITO NO CALDEIRÃO DO HUCK

CHEGOU A HORA DA GRANDE REVELAÇÃO

 

Rufem os tambores... No mês de janeiro participaremos do Programa Caldeirão do Huck, no quadro Gonga la Gonga. 

 

Por dois meses mantivemos este segredo guardado a sete chaves, mas é chegada a tão esperada hora da revelação. Foi a nossa quarta aparição em rede nacional. Depois dos programas Fantástico, Encontro com Fátima Bernardes e É de Casa, estaremos mostrando a arte do sapateio no palco do concurso Gonga la Gonga do Luciano Huck. 

 

No início do mês de setembro, tivemos o privilégio de sermos contatados pela produção da Rede Globo, avisando que havíamos sido selecionados para participarmos do concurso no Rio de Janeiro avaliados pelos incríveis astros Marisa Orth, João Vicente e Preta Gil. Para nós três jovens, até então desconhecidos, que com frequência eram questionados se tocavam em bailes ou domingueiras, ou quanto custava o nosso C, finalmente poderão mostrar o quanto é bela a arte sapateada e o quanto ela é valorizada também fora do Rio Grande do Sul, basta querermos! 

 

Criamos enquetes e sugerimos possibilidades, tudo para deixar cada um de vocês com aquela pulga atrás da orelha, o que, aparentemente, adiantou muito. Muitos pediram, outros suplicaram, alguns imploraram, mas o que podíamos fazer se nem os nossos familiares tiveram acesso a todas às informações? Teve gente que até acertou em cheio, já outros deram chutes astronômicos, mas tá tudo bem... era exatamente isso que esperávamos produzir.  


Esperamos que este seja apenas o começo de grandes conquistas e de grandes oportunidades, trabalhamos duro para chegar até aqui e hoje somos infinitamente gratos pelo ensejo que nos foi dado. Seguiremos com sorriso no rosto, tentando cativar o maior número de pessoas através da música e do sapateio e quiçá um dia, poderemos estar (modo aleatório ligado) no Arquivo Confidencial do Domingão do Faustão.
.
Venham conosco e nos acompanhe no Gonga la Gonga, temporada 2020!

 


  10/01/2020   Leia mais

Conheça a história do Triopacito, grupo que une sapateado e gêneros variados da música

De uma brincadeira, amigos passaram a fazer shows e até participações em programas de TV.

 

Apesar de ter começado de forma totalmente despretensiosa, em 2017, o Triopacito, formado por dois sapateadores e um gaiteiro, tem um objetivo grande e ousado: levar as tradições gaúchas aos quatro cantos do mundo. 

A história do grupo teve origem em 2017, quando a música Despacito, do porto-riquenho Luis Fonsi, estava no auge do sucesso. 

Guilherme Taschetto Tavares, hoje com 20 anos, gravou um vídeo tocando a canção na gaita e postou no Facebook. Quase ao mesmo tempo, William Cantareli Arrivabene, atualmente com 22 anos, e Leonardo Brizolla de Mello, hoje com 23, dois integrantes de CTGs adeptos da chula, fizeram comentários elogiando a iniciativa.

 

— Então, o Gui sugeriu que a gente fizesse uma versão da música com chula também. Poucos dias depois, fomos até Ijuí, onde ele mora (William e Leonardo vivem em Santa Maria), para gravar um vídeo. Como não tínhamos uma lança (vara que fica no chão durante a chula tradicional), fizemos só com o sapateado — conta William.

Os três postaram o vídeo nas redes sociais e o sucesso foi praticamente imediato. Dois dias depois, já eram mais de 7 milhões de visualizações e inúmeros compartilhamentos. Nos comentários, quem gostava da iniciativa questionava: quem eram os três guris? Qual era o nome do grupo? Onde era possível ver mais vídeos como aquele?

— Cinco dias depois, em 23 de maio de 2017, formamos oficialmente o grupo e batizamos de Triopacito — afirma William.

 

Novo conceito

 

Logo veio o convite para o primeiro show, em São Pedro do Sul. Para que a apresentação não durasse apenas dois minutos – o tempo da coreografia de Despacito –, Guilherme, que compete em eventos tradicionalistas como intérprete, cantou algumas músicas. Já William e Leonardo acrescentaram também alguns passos da chula tradicional. 

A partir de então, não pararam mais. Shows, outros vídeos, participações em programas de TV e até um especial de Natal. Porém, foi só em 2018 que os três talentos conseguiram definir uma proposta para o trabalho. Foi aí que surgiu o propósito de disseminar a tradição daqui de uma forma diferente. 

— Somos um grupo de leva o conceito do tradicionalismo, da arte gaúcha, para além das amarras regionais. A gente percebeu que a música tradicionalista nem sempre alcança outras regiões do Brasil. Mas, quando as pessoas ouvem uma música do seu interesse, prestam atenção. Assim, elas conhecem o nosso sapateado, acham bonito. Levamos a tradição daqui para outros locais por meio da música, que é um conceito universal —esclarece William.

 

As apresentações

 

Atualmente, os shows são compostos por três coreografias sapateadas (que variam conforme o evento), danças e músicas tradicionalistas, declamação, pajada e até trova.

 

Planos para o futuro 

 

Os três artistas têm fortes ligações com o tradicionalismo, com mais de 10 anos de participações em competições e festivais ligados ao Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), que seguem até hoje. Com uma proposta tão inovadora como o Triopacito, é claro, também surgiram críticas.

— Os amantes do tradicionalismo puro muitas vezes olham o nosso trabalho com preconceito. Dizem que a nossa cultura está se perdendo. Mas acreditamos no contrário, que encontramos uma maneira de levar a nossa cultura pra frente, para além das fronteiras regionais — revela William.

Para o futuro, os guris querem mais. Nos últimos meses, eles têm trabalhado para profissionalizar os shows e os vídeos que divulgam pela internet, mesmo que ainda não se dediquem apenas ao Triopacito – William estuda Engenharia Elétrica, Guilherme faz Odontologia e Leonardo é mestrando em Engenharia Civil. 

Além disso, William não dá detalhes, mas revela que o grupo gravou uma participação em um programa da TV Globo, no Rio de Janeiro, recentemente:

— Não podemos contar nada ainda, mas com certeza vai ser bem importante pra gente. Esperamos, daqui pra frente, alcançar um nível internacional de apreciação da cultura gaúcha — revela um dos integrantes.

 

Fonte: http://diariogaucho.clicrbs.com.br/rs/dia-a-dia/noticia/2019/11/conheca-a-historia-do-triopacito-grupo-que-une-sapateado-e-generos-variados-da-musica-11889644.html


  25/11/2019   Leia mais

TRIOPACITO ASSINA CONTRATO DE PATROCÍNIO COM A PARCERIA SOLAR

O TRIOPACITO assinou o contrato de patrocinio com a PARCERIA SOLAR, empresa gaúcha do setor de energia solar fotovoltaica, que atende o Brasil inteiro.


Como patrocinador oficial do grupo, a PARCERIA SOLAR, através do diretor da empresa, Rodrigo Corrêa, quer incentivar e difundir ainda mais as tradições do Rio Grande Sul através do sapateado do TRIOPACITO, que está em ascensão e conquista cada vez mais fãs e seguidores.


"O contrato com a PARCERIA SOLAR chegou no momento oportuno e ajudará o TRIOPACITO a se fortalecer e fazer com que mais pessoas conheçam nosso trabalho" - diz William Cantarelli Arrivabene, um dos integrantes do grupo. Com o incentivo do patrocínio, o grupo lançara a nova marca e com ela toda a nova identidade visual para acompanhar este novo momento do TRIOPACITO.


O grande objetivo do grupo é apresentar o sapateio gaúcho através de um novo conceito: a arte sem fronteiras, o sapateio livre de amarras regionais que já ultrapassam os limites do nativo, porém mantendo sempre acessa a essência gaúcha. Com músicas atuais tocadas no estilo gaudério, por um dos integradores do grupo, utilizando a gaita de mão, levam esta cultura com uma linguagem universal da música e movimentos.

 

Com uma bagagem de shows em mais de 17 países como os EUA, Alemanha, França, Espanha, Grécia, entre outros, estão presentes também em vários shows pelo Brasil e nas mídias regionais como o “Jornal do Almoço” – RBS TV, “Galpão Crioulo”, “Zero Hora”, “Diário de Santa Maria”, “Jornal da Manhã”, “TV Ijuí”, e aparições nacionais como “Fantástico”, “ Encontro com Fátima Bernardes”, “ É de Casa” – Rede Globo e Rede TV e internacionais “TV Ipanema – Alemanha”.

 

 

 

 

 

 

 


  30/10/2019   Leia mais

Contato



 

PATROCINADOR OFICIAL

 

A PARCERIA SOLAR tem sua origem e raizes no Rio Grande do Sul e como boa empresa gaúcha que é, evidencia as tradições da terra, sua cultura e seu povo.

Com o olhar sempre atento a estas questões tornou-se o Patrocinador Oficial do Grupo TRIOPACITO, um grupo que vem ganhando o carinho e respeito, não só do público gaúcho, mas também dos outros estados brasileiros que cultivam bons hábitos culturais.

O objetivo é incentivar o grupo a levar cada vez mais a arte através da essência do sapateio gaúcho com um novo conceito: a arte sem fronteiras, o sapateio para o mundo através da linguagem universal da música e movimentos, sem esquecer das tradições gaúchas.



Patrocínio: